Ronildo Grupo WGL

WGL, há 13 anos proporcionando soluções de energia para o mercado

WGL, sinônimo de competência, adequação e persistência
Há 13 anos proporcionando soluções de energia para o mercado

Em pouco mais de uma década, a WGL tornou-se uma das principais empresas voltadas para Soluções de energia do país. Fundador da empresa, Ronildo Almeida Campos conta um pouco sobre a sua trajetória, que se mistura com a história da WGL.

Formado em Tecnologia Industrial (Automação Industrial), Ronildo trabalhou na área até que enxergou uma oportunidade no segmento de geração de energia. Com a visão de que o mercado na área era crescente, surgia a WGL. Neste momento, ainda atuando em parceria com uma empresa do seguimento.

Deu certo e, pouco tempo depois, Ronildo tomou as rédeas do seu negócio. Começar uma empresa nunca é fácil. A grande guinada veio dois anos depois, quando uma fabricante de geradores homologou a WGL num projeto de implantação. Neste momento ela tornou-se uma das maiores empresas de São Paulo na instalação de grupos geradores.

Durante a construção dessa história, outras dificuldades precisaram ser superadas, como a crise na área de telefonia, em meados de 2015. Como os maiores clientes eram justamente eles, foi a hora de se reinventar e a empresa passou a atender também industrias, comércios, serviços e outros. As oportunidades foram aparecendo.

A WGL deixava, então, de ser uma empresa de serviços e de implantação para tornar-se uma empresa de solução de energia, voltada à locação de equipamentos. Surgiram bons negócios, desafios e naturais contratempos, “que conseguimos equalizar e manter um bom nível de clientes”, lembra o presidente.

A pandemia de Covid-19, em 2020, exigiu uma nova reestruturação. Foi então que a WGL passou a oferecer equipamentos para hospitais. “Os que já tinham geradores, duplicaram o número. Também tivemos que fornecer equipamento para os hospitais de campanha que começaram a ser implantados em caráter de urgência”, conta Ronildo.

Passada a pandemia, oportunidades área de gás, biogás e mineradoras, principalmente no Norte do país, surgiram, mas foram interrompidas pela guerra entre Russia e Ucrânia. Em um mercado que vive se transformando, outras frentes foram abertas como a energia solar e projetos híbridos (com três ou quatro fontes de energia).

Hoje a WGL está consolidada e conta com clientes de peso como a Companhia Siderúrgica Nacional, Prevent Senior, Albert Einstein e Pzifer, entre outros. São 50 funcionários diretos e mais 20 empresas prestadoras de serviço.

“Temos ótimas expectativas para 2023. Nosso sonho é poder gerar energia à base de gás, biogás e biodiesel para comercialização da venda de energia para o governo. É um novo desafio”, conclui Ronildo, pai de William, Gabrielli e Larissa, responsáveis pela sigla WGL.

Atualmente, fazem parte de seu portfólio soluções com grupo geradores a biodiesel, projetos de energia solar, à gás, híbrida, e eólica. A sede segue na zona Sul de São Paulo, em Jurubatuba, como há 13 anos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

Posts Relacionados

10/04/2024 Artigos
Como o próprio nome indica, uma torre de iluminação é uma estrutura vertical ligada a geradores portáteis, com lâmpadas instaladas no topo. Trata-se de um dispositivo empregado para iluminar áreas que carecem de l
20/03/2024 Sustentabilidade
O oxicatalisador, instalado no sistema de escape dos geradores, funciona como um filtro, diminuindo as emissões de gases poluentes.
13/03/2024 Geradores
Simples e eficiente, o gerador de energia para residência garante o fornecimento de luz para alimentar a casa durante os apagões.
06/03/2024 Usinas
A crise hídrica surge de extensos períodos de seca, resultando na redução dos níveis dos reservatórios.

Dúvidas, orçamentos, e projetos em geradores